Solimões diz no ‘Domingo Show’ que já foi alcoólatra

Solimoes alcolatraO simpático cantor Solimões, que faz dupla com Rionegro, disse em entrevista ao programa Domingo Show, do último domingo (23) que já foi alcoólatra e por muito pouco não teve grandes problemas por causa do vício.

“Eu já bebi muito. Eu tenho um defeito. Na verdade, não é defeito não porque graças a Deus eu não tenho vontade de beber, vontade de fumar porque se fosse pra ficar com vontade eu ia morrer fazendo isso”, disse Solimões, que completou dizendo que tomava todos os tipos de bebida. “Tomava o que tivesse. O que me desse aquele start de felicidade, ia qualquer um! Eu parei de beber em 2000 e fiquei até 2005 pra administrar minha vida profissional e familiar, dar uma equilibrada”, lembra.

O sertanejo lembrou quando tentou voltar a beber socialmente, mas não conseguiu. “Em 2006 eu tentei: ‘Agora eu vou beber só socialmente’. Em 2007 eu fiquei doido outra vez! Em 2008 eu não bebi durante o ano inteiro e no fim do ano eu emendei uns 40 dias. Até o médico disse: ‘Se você continuar mais 15 dias, você não voltava não’”, relata. “Em novembro de 2009 eu parei de beber e decidi que não vou beber nunca mais”.

Ao contrário do parceiro, Rionegro disse que nunca teve problemas com bebida. “Eu bebo socialmente, tranquilo. Tomo um choppinho, uma cervejinha, um vinho”. Solimões aproveitou para dizer que não pode nem chegar perto de vinho. “O vinho já é um equilíbrio pra gente ir administrando a saúde porque caipira gosta mesmo é de cachaça. O vinho faz menos mal, você pode beber até um pouquinho a mais”, disse com bom humor. “Ultimamente que eu tava bebendo, eu punha uma garrafa de vinho do lado do volante, ia escutando modão, cantava ali e virava. Depois acabava eu entrava no mercado, comprava outro. Eu já sou doido!”, divertiu-se.

Depois de relembrar famosos que morreram em decorrência da bebida, ele declarou com seriedade. “Se eu tivesse bebido mais seis meses, eu morria!”, destacou Solimões.

Comments

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *