Zezé Di Camargo e Luciano dominam o Carnaval do Rio de Janeiro.

Por: Vitória Graciotti

227d982e2549cc06e437f665063254ce

O carnaval de 2016 diferenciou e atingiu um publico ainda maior em comparação aos anos anteriores, o evento que agradava aos amantes do Samba agradou também os amates da música Sertaneja.

A quinta e penúltima escola do Carnaval 2016 do Rio de Janeiro na avenida, a Imperatriz Leopoldinense entrou na Sapucaí na madrugada desta terça-feira (8) com uma homenagem à dupla Zezé Di Camargo e Luciano.

Com o enredo “É o Amor Que Mexe com Minha Cabeça e Me Deixa Assim. Do Sonho de um Caipira Nascem os Filhos do Brasil”, o carnavalesco Cahê Rodrigues deixou a essência caipira dominar a escola, com muitas referências à roça, aos rodeios e uma pitada de exagero estético.

20151021173930_76842777

Durante o desfile, um tripé mostrou a partida da família Camargo para a cidade grande em busca do sucesso. E em destaque um dos carros estavam a família que Zezé Di Camargo construiu com sua ex-mulher Zilú e seus filhos Igor, Wanessa e Camila. O desfile contou também com a presença da atual namorada do cantor, Graciele Lacerda, em um dos carros dançando juntamente à outros componentes da escola. Emival, o irmão falecido e primeiro parceiro de Zezé, foi homenageado com a escultura de um anjo caipira, e 5.000 almofadas em formato de coração foram jogadas para a plateia.

O último carro trouxe Zezé Di Camargo e Luciano em destaque, com a presença do pai, Francisco, e dos irmãos. Antes do abre-alas, os tripés “Porteira da Fazenda” e “Abelha Rainha” trouxeram a dupla Chitãozinho e Xororó e a cantora Paula Fernandes, respectivamente, que além de grandes amigos da dupla Zezé Di Camargo e Luciano, são também grandes nomes da música sertaneja e preservadores da essência caipira. Mas as homenagens não pararam por ai, o setor “Mãe Sertaneja” contou a história da música sertaneja e exaltou a dupla Tonico e Tinoco, Cascatinha e Inhana e Sergio Reis dentre outros que são considerados a base das duplas sertanejas em todo o país. Músicas como “Romaria”, “Rei do Gado” e “Tristeza do Jeca” foram relembradas e emocionaram todos ali presentes.

A Imperatriz também homenageou a cidade de Pirenópolis (GO), terra natal de Zezé Di Camargo e Luciano, com uma réplica da coroa do Divino, o Imperador do Divino e os estandartes, feitos por artesãos locais. No momento seguinte a escola de samba fez uma homenagem a trajetória dos pais da dupla, Helena e Francisco, foram representados por Dira Paes e Ângelo Antônio, que também atuaram no papel de pais dos cantores no filme “Dois Filhos de Francisco” (2005).

Com tantas homenagens aos cantores sertanejos e as raízes caipiras o público sertanejo nomeou essa mistura de “Carnanejo” mistura de Carnaval e Sertanejo.

 

Comments

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *