Maria da penha prevalece mais uma vez! Cantora Duda Duarte sofre agressões e marido vai preso

Cantora Duda Duarte de apenas 22 anos é uma das vozes que representa o Sertanejo em Goiás, Estado Natal. Há dois anos, Duda se casou com Rafael Dornelas, piloto de helicóptero de 31 anos. 

Como toda mulher, Duda sonhava em viver seu conto de fadas e quando encontrou Rafael teve a certeza de que isso iria se concretizar, contudo, não esperava que o sonho se tornaria na verdade um pesadelo. 


Rafael Dornelas, 31 anos.

O casal se conheceu através do Instagram, Rafael era um dos admiradores da cantora e fez questão de demonstrar isso através de mensagens repletas de elogios. Posteriormente, se encontraram pessoalmente e perceberam que tinham muitas características em comum, incluindo o local de nascimento, ambos nascidos em Luziania/GO. 

Cerca de três meses após se conhecerem, resolveram se casar. A cerimônia luxuosa ocorreu em uma praia e a lua de mel foi vivida em Paris. A cantora se casou com Rafael, mas o sonho durou pouco. 

Aproximadamente um ano após a união, a primeira agressão ocorreu dentro do veículo do casal após uma crise de ciúmes. O piloto agrediu-a fraturando sua costela, como consequência Duda ficou hospitalizada. No momento em que ocorreu a briga, o casal estava dentro de um posto de gasolina e as pessoas que presenciaram o ocorrido, acionaram a polícia que entrou em contato com a cantora para dar seguimento na ocorrência contra o marido.

No entanto, por ter sido a primeira vez e o companheiro nunca ter se mostrado uma pessoa agressiva, a cantora perdoou e ele garantiu que havia sido um momento de descontrole por consequência do ciúmes. Além disso, jurou a amada que não iria ocorrer novamente. Sendo assim, o caso não foi divido com as autoridades e o casal continuou com o relacionamento.

No último ano, Duda engravidou de Tatá, devido à complicações na gravidez a filha do casal nasceu de apenas 7 meses e ficou cerca de 12 dias hospitalizada na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). O relacionamento de Duda e Rafael estava indo bem, o piloto acompanhou a gestação e auxiliou a esposa no momento delicado que estavam enfrentando. 

No entanto, na última segunda-feira (12) por volta das 18h ocorreu o conflito entre o casal. Duda estava com Tatá em seus braços, mas não foi o suficiente para parar o marido. Rafael iniciou as agressões enquanto Duda segurava sua filha de apenas 50 dias, como consequência, acertou a bebê, deixando-lhe com um hematoma no braço. 


Rafael acerta filha que estava nos braços de Duda, durante agressões.


Tentativas de enforcamento e ameaças de morte ocorreram no ato da agressão. Por conta dos gritos, os vizinhos do casal se dirigiram até a porta para verificar o que estava ocorrendo e acionaram a polícia para apartar a briga. Logo em seguida, Rafael fugiu do local deixando sua esposa e a filha presa dentro da residência. 

Algum tempo após a fuga do piloto, Duda conseguiu sair de casa e com a ajuda das pessoas que estavam no local, acionou a polícia os acompanhou até a delegacia para prestar queixa. 

Logo após acionar o serviço militar e saírem à procura do acusado, ele foi localizado e detido de imediato. Ademais, Rafael permanece preso no CIOPs 1°DP do Estado de Goiás. O advogado de Rafael entrou com pedido de liberdade provisória, até o momento não se tem informações sobre a decisão do juíz. 

A carreira de Duda 

Duda Duarte iniciou sua carreira no ano de 2017 através do Youtube com a música “Cafajeste Disfarçado”, posteriormente realizou inúmeros trabalhos no meio musical. No ano de 2018 gravou “Esconde Meu Celular” com feat de “Amado Batista”, a canção fez um grande sucesso no Nordeste do país, alcançando mais de 4 milhões de visualizações na plataforma streaming do Youtube. 

A violência contra a mulher no Brasil

A Lei Maria da Penha – Lei 11340/06 | Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006, foi sancionada com o intuito de proteger e combater a violência doméstica contra a mulher, independente de sua orientação sexual. Existem diversas violências que são consideradas através da Lei, no entanto, destacam-se a violência física, psicológica, sexual, patrimonial e moral.

No primeiro semestre de 2020, cerca de 1.890 mulheres foram mortas de forma violenta, um aumento de 2% comparado ao mesmo período no ano anterior. Foram registrados 119.546 casos de lesão corporal dolosa em decorrência de violência doméstica, 11% a menos que no primeiro semestre de 2019.

Um recado especial para todas as mulheres

Sabendo que todas corremos riscos diários por conta da cultura machista imposta pela sociedade, não se cale. Quando ocorrer a primeira agressão seja ela física ou verbal, não espere muito do relacionamento. Pois é a partir desse momento que o respeito entre o casal acaba. Ainda que receba juras de amor e promessas de mudanças, não opte por esperar pois pode demorar, mas a qualquer momento poderá ocorrer uma nova briga e como consequência uma nova agressão.

A situação irá se repetir e ele terá a certeza que você não falará nada pois da primeira vez você apenas aceitou calada e chorando no quarto. 

Denuncie! Não se cale! Procure uma ajuda psicológica para conseguir ressignificar o momento e receber um aprendizado para que isso não volte ocorrer. 

A Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência é um serviço de utilidade pública gratuito e confidencial, para denunciar ligue para o número 180. 

Comments

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *